bio
turnee
discografiaa
galeria
WhatsApp Image 2016-12-27 at 17.15.40
bdtm
stmbanner

Evanescence

Evanescence é mais recente, auto-intitulado e o terceiro álbum oficial do Evanescence, lançado em 11 de outubro de 2011, através da gravadora Wind-Up Records.

O álbum originalmente foi planejado para ser lançado no outono de 2010 (primavera no hemisfério sul), mas foi adiado, sendo assim lançado no ano seguinte. Evanescence foi gravado e mixado entre 2010 e 2011, no Blackbird Studios, em Nashville, Tennessee. Houve a substituição do primeiro produtor Steve Lillywhite pelo produtor Nick Raskulinecz, atual responsável pela produção do álbum dando segmento ao trabalho de Steve.

O álbum estreou em top #1 na parada Billboard 200 com 127 mil cópias vendidas em sua primeira semana de vendas. Com isso, este álbum se tornou o segundo trabalho do Evanescence a alcançar a primeira posição nesta parada. Também estreou em top #1 em quatro outras diferentes tabelas da Billboard, incluindo: “álbuns de rock”, “álbuns digitais”, “álbuns alternativos”, e os “álbuns gráficos de hard rock”.

Tornou-se sucesso mundialambém foi sucesso mundial, aparecendo em diversas paradas de mais de vinte países. A banda promoveu algumas canções online em vários sites, aparecendo também em diversos programas televisivos.

“Acredito que para fazer boa música, você tem que te dar liberdade para se envolver. Eu não faço o mesmo álbum duas vezes, então eu sempre quero me desafiar a fazer algo melhor, mais forte e mais interessante do que antes. Isso demora, mas vale a pena para mim. Esperançosamente, valerá a apena para os fãs também”.

O primeiro single do álbum, “What You Want”, foi lançado em 9 de agosto de 2011. “My Heart Is Broken”, o segundo single, foi lançado em 11 de novembro de 2011. “Lost in Paradise” foi lançado internacionalmente em 25 de maio de 2012. “The Other Side” foi lançado oficialmente como single promocional em 11 de junho de 2012 nas rádios americanas.

Lee disse à Billboard e Rolling Stone que o novo álbum foi influenciado por Björk, Depeche Mode, Massive Attack, MGMT e Portishead. Ela adiciona, “Eu lembro da primeira vez que ouvi MGMT, o primeiro álbum deles – eu amei. E, na verdade, comecei a ficar inspirada, naquela época, por sintetizadores e coisas assim. Eu sempre amei Portishead, Massive Attack, essas coisas eletrônicas. […] Um pouco dessas coisas estão no álbum. Mas eu acho que quando eu finalmente encontrei o ponto ideal para combinar as duas coisas, combinando o Evanescence com esses elementos.”
Em uma entrevista à revista Spin, Amy Lee disse que escreveu algumas músicas na harpa, incluindo a balada “Secret Door” e “My Heart is Broken”. Outra música, “Oceans”, “começa com um sintetizador, grande baixo e vocal, a banda entra em cena”, disse Lee. “É grande e viçosa. Nós temos tido muita diversão tocando essa especialmente”. Em 18 de junho de 2011, Amy Lee enviou um vídeo da música “Secret Door” em seu Twitter. Em uma entrevista à MTV News, Lee disse que 16 músicas estão prontas, mas nem todas elas vão entrar no álbum.

A versão Standart do álbum Evanescence possui 12 faixas. Já a versão Deluxe contém mais quatro faixas adicionais. um DVD com o videoclipe de What You Want, making of das sessões fotográficas da banda e do videoclipe, cenas exclusivas da banda em estúdio, entrevistas e extras.

Faixas:

O single do álbum, lançado dia 9 de agosto, é a música mais pesada e é sobre liberdade e a relação de Lee com seus fãs. Amy descobriu que o mais importante numa banda não são as letras, mas o rock em si e as boas composições.

Com som agressivo, cheio de distorções e bem trabalhado, a faixa está repleta de provocações na voz de Lee, pequenos detalhes por trás das guitarras e bateria, características presente em todo o álbum inclusive.

The Change começa lentamente, construída em um refrão poderoso e épico, que mistura a música perfeitamente com a voz impressionante da vocalista. Não esconde a tensão típica de outras fases do grupo, mas logo deságua para um refrão impulsionado por um cantarolar marcante.

O segundo single do álbum começa e termina com Lee tocando piano a levando a outro refrão poderoso. O destaque fica por conta da vocalista que exibe a potência de sua voz num tom dramático cantando, sobre estar presa a um mundo próprio que se torna uma prisão.

Pesada e suave ao mesmo tempo, a grande sacada é a mistura certa entre peso e melodia. É uma das preferidas dos membros da banda. O tema principal da música é a morte.

Uma música bem construída, com piano presente quase o tempo todo. Anteriormente esta música possuía o nome de Vanilla (baunília), o motivo da mudança do nome ainda é desconhecido..

Uma balada no piano que começa lentamente, mas é construída através de uma simfonia estrondante de música junto aos vocais de Lee. É uma canção íntima para Amy e o terceiro single da banda.

Só pelo refrão, poderia ser o single principal no disco. Música pesada que consegue ter veia pop na medida certa, seria um belo cartão de visitas. Esta música carrega a insatisfação de Amy Lee para com sua gravadora Wind Up Records, possivelmente por “não permitirem que ela realize alterações em muitas coisas”.

A primeira de 3 músicas no álbum que começa com guitarras no estilo metal, mas você pode dizer que ela ainda é o Evanescence por causa dos vocais evidentes de Lee. A música é sobre entender que a vida não é pra sempre, e abraçar o seu propósito nela. É uma das músicas mais altas, se não, a mais aguda do álbum.

Os sintetizadores ganham mais destaque e harmonizam com o som da banda. Basicamente esta faixa retrata todo o tema do álbum, o tema das ondas e do oceano. As frases de guitarra em “Oceans” consistem nos únicos momentos de preponderância das seis cordas no CD.

A segunda música de 3 que começa com guitarras muito poderosas; ela não soa como o clássico Evanescence. Essa música foi originalmente chamada de “Orange” e foi inspirada no terremoto e tsunami que atingiram o Japão em 2011.

Suave, calma e dramática. Esta é Swimming Home. Outra faixa particular de Amy.

Faixas Bônus (Deluxe):

* Uma faixa bem intensa e característica da banda, é a primeira faixa bônus do álbum Evanescence, estranhamente (ou não) nunca foi tocada ao vivo, mas possui uma versão remixada, também presente em uma trilha sonora (do filme “Os Vingadores (Avengers)”.

* É sobre uma escolha em um relacionamento, é também a segunda faixa bônus da versão deluxe e assim como “New Way To Bleed” nunca foi tocada ao vivo.

* Um dos destaques da versão Deluxe do álbum, principalmente quando tocada ao vivo, em uma versão diferente e com um solo esmagador. Disappear causa alvoroço entre os fãs que clamam ansiosos por ela nos shows. Há uma versão ‘homemade’ dela, tocada por Amy Lee em sua casa, em um pequeno vídeo chamado “Domingo Chuvoso Perfeito”.

* Uma das mais líricas já apresentadas pelo Evanescence, tocada por Amy Lee, na harpa que ganhou de presente de seu marido, Josh Hartzler. Outra canção muito íntima de Amy Lee, já foi tocada em acústicos.